INCLUSÃO: SÍNDROME DE ASPERGER OS DESAFIOS A SEREM SUPERADOS

IMAGEM DE UM MENINO MORENO DE PERFIL COM O OLHAR VAGO DIRECIONADO PARA O CHÃO

 

SÍNDROME DE ASPERGER OS DESAFIOS A SEREM SUPERADOS

O s indivíduos que apresentam Síndrome de Asperger podem, muitas vezes, enfrentarem desafios relacionados a sua capacidade de interpretar os sinais sociais pelas suas dificuldades na função executiva e com a teoria da mente.

Entendemos como funcionamento executivo a habilidade de organizar, planejar, manter a atenção e inibir as respostas inadequadas e, em relação a teoria da mente a capacidade de ter empatia , ou seja, de se colocar no lugar do outro e perceber como as pessoas percebem e sentem.

Desta foram, eles podem prestar a atenção nos detalhes mas não no todo, ter dificuldades com o pensamento complexo por não lidarem bem com duas ou mais ordens dadas simultaneamente, em manter a atenção naquilo que não é de seu interesse ou em planejar a sua conduta organizando os seus pensamentos e para elaborar um planejamento sequenciado que leve a autorregulação da sua aprendizagem.

Temple Grandin disse uma vez: “eu não posso segurar um pedaço de informação na minha mente enquanto eu manipulo o próximo passo da sequência”

Pelas dificuldades na teoria da mente, eles podem ter dificuldades em reconhecer os sentimentos dos outros, não perceber se os atos das outras pessoas são intencionais ou não e não entender piadas e o sarcasmo.

Pelas suas dificuldades em lidar com as emoções eles tem dificuldades em prever o estado emocional dos outros, de perceber as intenções alheias, podem não compreender os impactos do seu comportamento no grupo e as convenções e regras sociais.

Para o trabalho escolar podemos ajudar estes alunos com  o uso de estratégias simples como:

- usar uma agenda de comunicação entre a família e a escola. Isto possibilita um trabalho conjunto que contribui para o bom rendimento escolar do aluno;

- quebre as atividades longas e complexas em pequenas partes para facilitar o entendimento. Dê uma ordem de cada vez, ou seja, ao invés de mandar fazer um resumo depois de ler o capítulo dois do livro de geografia, inverta a ordem solicitando de forma pausada que ele pegue o livro de geografia, abra no capítulo dois, leia o texto, pergunte o que ele leu e entendeu e, por fim, peça o resumo;

- use quadros de rotina, principalmente no início da escolarização, para ajudá-los a planejar a sua conduta pois estes alunos se apoiam bem mais em informações visuais que em informações verbais;

- planeje a sua aula de forma que tenha tempo para dar e repetir as instruções e dar assistência ao aluno. Uma boa forma é planejar uma explicação ou exposição para o grande grupo e, em um segundo, momento dar um material que a turma possa realizar uma atividade sozinha  e o professor possa sentar junto com este aluno para se certificar que ele entendeu o que foi proposto.

- coloque ele próximo a sua mesa mas não para superprotegê-lo, e sim, para poder intervir quando achar que ele se desorganizou.

ativi614

Grupo formado por professores para divulgação de trabalhos na área da educação especial.