INCLUSÃO: DISPRAXIA

imagem de três crianças sentadas no chão brincando

 

DISPRAXIA

 

A dispraxia é uma disfunção motora neurológica que impede o cérebro de desempenhar os movimentos corretamente. É a chamada “síndrome do desastrado”, pois essas crianças costumam quebrar objetos, tropeçar e cair sem motivo aparente. Costuma ser diagnosticada entre os 3 e os 5 anos.

Os principais sintomas são:a falta de coordenação motora que pode ser observada nas atividades e brincadeiras do dia a dia;

  • a dificuldade em se orientar em determinado espaço,
  • dificuldades de aprendizagem onde a expressão escrita é a mais prejudicada sendo que, o uso do computador deve ser muito estimulado para superar as dificuldades escolares;
  • lentidão na hora de falar;
  • falta de força muscular.

A criança “dispráxica” tem uma falta de organização do movimento. É possível confundir-se, às vezes, com a debilidade motora, por isto é necessário a realização de um diagnóstico diferencial por equipe multidisciplinar.
A causa pode estar relacionada a  hereditariedade e traumas ou lesões sofridos pelo cérebro, que o impedem de funcionar de maneira normal.

As maiores alterações podem ser notadas na organização do esquema corporal, na orientação espacial e temporal.

A criança deve ser atendida por profissionais da área da terapia ocupacional, fisioterapia e fonoaudiologia onde deve ser estimulado o equilíbrio, aspectos emocionais (autonomia e segurança) visando um melhor desempenho nas atividades de vida diária.

ativi614

Grupo formado por professores para divulgação de trabalhos na área da educação especial.