INCLUSÃO: DEFICIÊNCIA MÚLTIPLA

ALUNO EM UMA CADEIRA DE RODAS COM A PROFESSORA AGACHADA AO LADO E SORRINDO

DEFICIÊNCIA MÚLTIPLA

 

A deficiência múltipla se refere a associação de duas ou mais deficiências que podem ser sensoriais e/ou físicas, como também associadas a distúrbios neurológicos e na linguagem, as quais acarretam dificuldades no desenvolvimento, educacionais, vocacionais, sócioemocionais e de autossuficiência.

O quadro é caracterizado de acordo com o nível de desenvolvimento, o tipo de alteração e a necessidade especial que ela apresenta.

As principais características destes indivíduos são:

- dificuldades na abstração das rotinas diárias;

- independência nas atividades de vida diária;

- dificuldades na comunicação sendo, em alguns casos, necessário o uso de comunicação aumentativa e alternativa;

- movimentos corporais involuntários;

- resposta inadequada aos estímulos visuais e auditivos do ambiente;

- movimentos estereotipados repetitivos;

- dificuldade de participação nas atividades comuns oferecidas aos seus pares pela falta de acessibilidade do ambiente;

- distúrbios de sono;

- problemas gástricos e intestinais.

Entre as causas mais comuns podemos encontrar:

- icterícia;

- falta de oxigenação na hora do parto (anóxia neonatal);

- sarampo;

- traumatismos;

- otites e glaucomas;

- tumores cerebrais;

- toxoplasmose;

- casamentos consanguíneos;

- doenças infecciosas como sífilis, meningite, rubéola. Doenças venéreas;

- falta de saneamento básico;

- infecções hospitalares.

A prevenção é necessária em três âmbitos diferentes, ou seja, na:

- prevenção primária: com programas de combate a doenças e de vacinação, campanhas de combate ao uso de drogas e álcool, incentivo ao acompanhamento pré-natal durante a gestação;

- prevenção secundária: tratamento medicamentoso e terapêutico do indivíduo.

As suas manifestações podem abranger:

- deficiência física associada a deficiência mental;

- deficiência física associada a deficiência sensorial;

- deficiências físicas, cognitivas e sensoriais associadas;

- deficiências físicas, cognitivas, sensoriais e psíquicas associadas.

- prevenção terciária: a acessibilidade do ambiente para que a funcionalidade do indivíduo possa ser incentivada.

ativi614

Grupo formado por professores para divulgação de trabalhos na área da educação especial.